segunda-feira, 15 de maio de 2017

Amamentação

Muitas dúvidas,medos e anseios nos cercam quando é chegada a hora de amamentar aquele serzinho tão lindo, pequeno e indefeso que carregamos por até 42 semanas no nosso aconchego materno.
Hoje deixarei algumas informações,dicas de como se preparar e agir neste momento tão importante para mãe e bebê.

- Amamentar é bom para mãe e bebê:

Além de satisfazer a fone do bebê,a  amamentação adequada reforça o vínculo entre mãe e filho e também ajuda na  prevenção de inúmeras doenças tanto para a mãe quanto ao filho.




-O poder da Amamentação:

É comprovado que o leite materno é o alimento mais  completo para o bebê, não sendo necessário oferecer água e chás para o bebê.
Amamentação materna  desenvolve o sistema imunológico do bebê ,pois o leite materno contém células anti-infecciosas que são capazes de proteger o bebê contra infecções. Até mesmo quando a mãe que está em fase de amamentação passa por uma gripe o organismo dela trata de passar através do leite materno células para combater essa gripe que ele poderia vir a contrair.
Se você acha que até aqui o leite materno já ajuda muito no desenvolvimento do bebê saiba também que a Amamentação materna melhora o desenvolvimento dá fala,isso porque a posição dá boca nos mamilos provoca a estimulação de pontos articulados responsáveis pela produção dos sons.Além disso estimula o crescimento e desenvolvimento adequado dá musculatura oral,o que ajuda na respiração, deglutição e mastigação.
É muito comum pediatras receitarem complemento de ferro para bebês que são amamentados com fórmula.Isso dificilmente acontecerá com um bebê amamentado com leite materno pois este tem uma concentração bem maior de ferro ,comparado a outros tipos de leite.
Muitos bebês sofrem com cólica nos primeiros meses de vida mas aqueles amamentados com leite materno recebem proteínas que são facilmente digeridas pelo organismo do bebê assim evitando cólicas.

- Frequência da Amamentação:

A lactação se estabelece nos primeiros 15 dias.Este é um período de muito aprendizado para mãe e bebê.Muitas mães conseguem  uma boa pega do bebê neste período mas é claro que como tudo na maternidade não é regra,umas conseguem uma Amamentação bem sucedida neste período enquanto outras levam um pouco mais de tempo.Nas lembre-se é um período de aprendizagem para ambas as partes.
Para que se conquiste com mais rapidez e talvez facilidade uma Amamentação de sucesso o ideal é o quanto antes a naná ser oferecida para o bebê.Preferencialmente na primeira hora de vida.Ainda que o bebê não consiga a pega correta nas primeiras horas de vida o simples fato de mãe e bebê ter este contato é muito importante.
Hoje muito se fala dá Amamentação em livre demanda e sim ela é muito importante principalmente enquanto recém nascido.
Pois com ela diminui a perda de peso  que todo bebê ao nascer tem, aumenta a duração do aleitamento materno e estabiliza os níveis de glicose do recém nascido , principalmente se for prematuro.
Um ponto muito importante é que o bebê precisa esvaziar uma mama antes de a outra ser oferecida ,pois é somente no fim dá mamada que conterá as calorias para saciedade do bebê.
Caso aconteça de o bebê se satisfazer em apenas uma mama deve-se fazer a ordenha na outra mama para que está não venha a "empedrar" o que dificultará muito a mamada seguinte.

-Como Amamentar:

Começo dizendo que esta é a hora dá "refeição" do bebê portanto ele assim como nós preferem um ambiente tranquilo para tal situação.Além de ser uma boa pausa para o descanso dá mãe e momento íntimo entre mãe e bebê.
Então um assento confortável para mãe ,com apoio das pernas se assim preferir.
Hoje em dia há no mercado materno inúmeros modelos de almofada de amamentação então assim a mãe pode escolher uma que se sinta mais confortável e até mesmo uma estampa que lhe agrade.
Voltando a mamada...
A mãe deve sempre levar o bebê até o peito e não o contrário.

-Posicionamento da boca do bebê no seio:

Neste momento a mamãe tem de estar tranquila e tentar ao máximo sentir-se segura do que fará.
O lábio  inferior e a lingua do bebê precisam chegar primeiro ao peito dá mamãe e ficar o mais longe possível do mamilo.A cabeça do bebê tem de estar ligeiramente inclinada para trás.Se o queixo dele se aproximar antes você saberá que está indo bem.
Recomenda-se dar uma leve molhada com o próprio leite no bico e aréola,assim por reflexo ou instinto o bebê abre a boquinha para pega.
Note se o lábio inferior ficou "enrolado"para trás,desta forma a sucção é mais eficaz.
Para evitar fissuras é necessário que o mamilo chegue profundamente na boca do bebê na área em que o céu dá boca é mais macio.

-Como saber se  a pega está correta:





Se seu bebê está abocanhando bem o peito e a parte pigmentada ( aréola em torno do mamilo) aparece minimamente é um sinal positivo.
Qualquer sinal de dor  mostra que a pega não foi bem sucedida então recomenda-se voltar ao passo inicial para evitar fissuras além de o bebê muito provavelmente se esforçar para mamar e não conseguir,causando estresses nele e consequentemente na mãe também.
*A gengiva inferior do bebê nunca tocará o seio, porque a lingua estará entre os dois,e a parte de cima dá boca dele não deve se mexer, só a parte de baixo,por estes fatores é possível continuar a amamentar mesmo depois que seu filho já tenha dentinhos.
Mas sejamos sinceras isso não impedirá a curiosidade dele em dar uma mordidinha.Rs
***Dica super importante:
Se você sentir que seu seio está muito duro, cheio e isso acontecerá muito no início, é ideal que se faça uma massagem ou até mesmo ordenha .Assim facilita a pega do bebê.

Espero que essas informações a ajude neste que é um momento tão sonhado por nós mães.
Ressalto que eu não amamentei pois não tive esse é qualquer outro auxílio.Então entendo que essas dicas são super importantes e desejo eu mesma coloca-las em prática muito em breve.
Se você tem outros métodos que deram certo deixe aqui nos comentários ,vamos ajudar outras mamães.


*Fonte de pesquisa Fraldas Hipopó Baby